wrapper

Plantão

Uma força-tarefa está sendo definida pela Meneses Chaves Procuradoria Especial, através de seu escritório no Piauí, conforme reunião nesta quarta-feira (20), com o objetivo de agilizar os processos com foco no combate à corrupção em Luzilândia e  acompanhamento das ações civeis e criminais contra gestores do município.

 

Segundo o escritório foram convocados novos advogados de justiça que vão atuar na observância  das ações por agentes públicos que atuam na cidade, bem como acompanhar os atos e encaminhar as soluções que visam dimunuir as incidências de corrupão nas esferas de poder.

O escritório implementou em dezembro do ano passado o programa institucional “ADVOCACIA DE JUSTIÇA AO BRASIL”, que pretende abranger, na fase embrionária, municípios do Piauí e Rio Grande do Norte e que objetiva dar maior eficácia na prevenção e combate a atos de improbidade administrativa, como a corrupção, bem como os delitos contra a ordem tributária e econômica do povo brasileiro.

A força-tarefa será realizada por menro da Ordem dos Advogados do Brasil e que atuam nos dois estado e será desenvolvida junto também as Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa e no Núcleo de Investigação da Procuradoria Geral de Justiça. Os advogados de justiça vão atuar na apuração de notícias de fato e inquéritos civis e criminais.

"Luzilândia tem se notabilizado pelos quase que cotidianos escândalos que envolvem agentes públicos e sérias suspeitas de outros tantos em comportamentos considerado nocivos à coisa pública, por isso passa a ser nosso laboratório de experimentos de ordem social. Todas as questões devem ser apuradas. O ano de 2018 será o ano do ativismo advocatício. O Judiciário tem feito nos últimos 15 anos uma boa parcela de mudanças através do ativismo judicial, avocando poderes que não tem, expressamente, e o resultado tem sido considerado interessante. O mesmo poder que a Constituição deu à magistratura, deu à advocacia, que é a administração da Justiça. Com base nisso, iremos fazer a reinterpretação do direito e ao mesmo tempo aplicá-lo aos casos concretos e, com isso, realizar nossa tarefa", disse o advogado coordenador do projeto que deve ser espandir pelo país, que hoje possui mais de 1 millhão de advogados de Jusitiça ligados à OAB. A entrevista foi feita ao Luzilândia.net.

Segundo o escritório, as condutas de agentes públicos, de quaisquer dos poderes, deverão ser analisadas pela força-tarefa que decidirá as diretrizes a serem tomadas. A Meneses Chaves espera que o projeto piloto seja bem sucedido.

As despesas com a operações serão arcadas pelos próprias Advogados de Justiça

Após o período de treinamento da força-tarefa, os novos Advogados de Justiça serão designados para atuar nas comarcas de Luzilândia/PI e Parnamirim/RN. Essas comarcas têm registrado um aumento no número de processos. 

Last modified on Wednesday, 20 September 2017
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Blue Green Red Radian
Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family